sábado, 6 de fevereiro de 2016

"Campinas, aeroporto de Viracopos - 06 de Fevereiro de 2012".

Esse era o dia que eu iria conhecê-la há quatro anos atrás. Voo direto para o aeroporto internacional do Rio de Janeiro. 2 horas de trânsito do Galeão até o hotel no centro da cidade. Telefonei pra ela: - Se não ia chegar às 15? Agora são 17:30.... melhor deixar para amanhã, muito trânsito até você chegar aqui.

Rio de Janeiro, 07 de Fevereiro de 2012.

O tão aguardado momento chegou, a espera acabara e enquanto eu pagava o taxista, fixei o olhar na entrada daquele shopping esperando vê-la. Ela não estava à minha espera. Do táxi eu liguei: - Me espera na entrada principal, tô comprando um brinco, desço em 5 minutos. Saí do carro. Deveria estar fazendo uns 40 graus ali fora, mas eu ainda estava congelado, um pouco por culpa do ar do carro e muito por culpa da ansiedade de finalmente vê-la.

Quando ela apareceu eu gelei de novo. Ela estava linda, um blusinha branca acoplada com uma espécie de coleira (rimos muito depois), calça jeans e uma rasteirinha com um salto pequeno. Dei um beijo no rosto dela e tentei abracá-la e aconteceu aquela confusão de sempre. - Aqui no Rio são dois beijinhos. Ela riu.

Treinei durante a noite toda. Não saía uma palavra. Que desastre! Ela ria da minha timidez e nervosismo e como é má (esqueci de mencionar isso) aproveitava pra esfregar seus pés em minhas pernas (eu corava as bochechas a cada 2 minutos).

Ela terminou o café gelado que tomava (achei nojento, mas depois descobri que é bom) e demos uma volta. Conversamos bastante enquanto estávamos parados na entrada principal daquele shopping. Foi melhor do que eu imaginava.

Rio de Janeiro, 08 de Fevereiro de 2012 - Estádio do Maracanã.

Nos encontramos novamente. Dois beijinhos dessa vez e depois o abraço. - Vamos, a entrada do museu é por aqui. Depois de uns passos, ela segurou minha mão. Gelei, o mundo parou, tive um AVC e um infarto. Depois de um tempo estávamos de volta à entrada principal (ou não, tinha umas escadarias). Foi quando eu a beijei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário